Mais notícias

quarta-feira, 27 de setembro de 2017

Núcleo da Rede Um Grito pela Vida de Curitiba participa de homenagem feita às famílias de doadores e instituições parceiras da campanha "Doação de Órgãos - Fale sobre isso". É preciso informar para combater o tráfico de pessoas para retirada de órgãos.

A Rede Um Grito pela Vida, núcleo de Curitiba, participou hoje, 27 de setembro, Dia Nacional do Doador de Órgãos e Tecidos para Transplantes, das homenagens feitas às famílias de doadores e instituições parceiras da campanha "Doação de Órgãos - Fale sobre isso".  Esta é uma iniciativa da Secretaria de Saúde, realizada por meio do Sistema Estadual de Transplantes do Paraná. Desde a Campanha da Frateridade de 2014, a Rede tem realizado diversas campanhas com a Central de Transplantes como uma das formas de combate ao tráfico de pessoas para a retirada ilegal de orgãos humanos. 


Para ser doador basta avisar a família, pois é ela que permite ou não a doação de órgãos após a morte encefálica de um ente querido. A doação de órgãos dentro dos padrões da lei e da ética não fere a fé cristã, conforme podemos conferir na Encíclica "O Evangelho da Vida, número 86, do Papa João Paulo II".




Frei Luiz - Articulador da Rede - Núcleo Curitiba

Nenhum comentário:

Postar um comentário