Mais notícias

quarta-feira, 22 de abril de 2015

Especialistas do Brasil e dos EUA discutem trabalho forçado nesta quarta-feira (22)

Copyright - Nações Unidas 2014
Em dois eventos promovidos pela OIT e pelo Departamento de Trabalho dos EUA, especialistas irão compartilhar estratégias emergentes que estão sendo colocadas em prática no estado de São Paulo e na Califórnia.
Foto: OIT
Foto: OIT
Especialistas da Organização Internacional do Trabalho (OIT), do Departamento de Trabalho dos EUA (USDOL), da fundação Humanity United e do Centro Burkle da Universidade da Califórnia em Los Angeles (UCLA) irão discutir nesta quarta-feira (22) estratégias inovadoras para combater o trabalho forçado e outras formas de exploração de trabalhadores em todo o mundo.
A conferência “Fora das Sombras: Combate ao Trabalho Forçado e Outras Formas de Exploração do Trabalhador”acontecerá nesta quarta-feira, dia 22 de abril, em Washington, nos EUA (McKenna, Long & Aldridge, 1900 K Street NW, Washington D.C. 20006).
Durante o evento, autoridades do governo, legisladores, acadêmicos, representantes de empresas e de trabalhadores e outros especialistas do Brasil e dos Estados Unidos irão compartilhar estratégias emergentes que estão sendo colocadas em prática no estado de São Paulo e na Califórnia, além de promover a troca de conhecimentos sobre experiências nacionais e boas práticas existentes e de explorar a relação entre práticas de exploração de trabalhadores e trabalho forçado.
Jornalistas estão convidados a participar do evento. A agenda da conferência está disponível emhttp://workerexploitation.org/agenda/
Um evento similar será realizado na sexta-feira, dia 24 de abril, em Los Angeles, e poderá ser acompanhado ao vivo pelo link http://workerexploitation.org/agenda/live-webcast/
Jornalistas que desejarem participar dos eventos devem entrar em contato com Egan Reich: +1202-693-4960, reich.egan@dol.gov
Jornalistas que desejarem entrevistar especialistas da OIT devem entrar em contato com Marcia Poole: +41-79-5931530, poole@ilo.org

Nenhum comentário:

Postar um comentário