Mais notícias

terça-feira, 22 de setembro de 2015

23 razões para gritarmos contra a Exploração sexual e Tráfico de Pessoas


1- Tráfico de pessoas e exploração sexual são graves violações dos Direitos Humanos.
2- A exploração sexual é uma forma de agressão à dignidade humana.
3- A cada hora, 228 crianças, em especial meninas, são exploradas sexualmente em países da América Latina e do Caribe.(ONU)
4- O Tráfico de pessoas para exploração sexual perde em rentabilidade apenas para a indústria das armas e do narcotráfico. (ONU)
5- A exploração sexual representa 53% dos casos de Tráfico de Pessoas no mundo. (OIT)
6- Segundo o Disque 100, a cada hora, quase três denúncias de abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes foram registradas no país ao longo de 2014.
7- Cerca de 4.500 denúncias de violência sexual contra crianças e adolescentes foram registradas no primeiro trimestre de 2015. (SDH/GOV)
8- A exploração sexual transforma pessoas em objetos sexuais e/ou mercadorias.
9- Seguindo a mensagem de redenção do Senhor, somos chamados a denunciar e combater as novas formas de escravidão no mundo. (Papa Francisco)
10- Não podemos ser cúmplices pela via do silêncio e inércia. 
11- É preciso fortalecer a rede de denúncias e proteção contra esses crimes.
12- "Para cada violência denunciada, existem 10 não denunciadas." (SSPDS-CE)
13-  Foram mapeados um total de 1.969 pontos vulneráveis à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes nas rodovias federais, sendo 566 considerados pontos críticos e 538 com alto risco. (Mapeamento OIT, Childhood Brasil, SDH/PR e MPT)
14- A exploração sexual mercantiliza vidas por meio de redes de prostituição, pornografia, redes de tráfico e turismo sexual. 
15- É preciso sensibilizar a sociedade para a gravidade desses crimes que cerceiam a liberdade e destroem vidas. 
16- Na iminência da realização dos Jogos Olímpicos, precisamos reforçar os canais de comunicação para denúncia contra a exploração sexual de crianças e adolescentes.
17- Nos indignamos e nos compadecemos com o sofrimento das pessoas enganadas e exploradas. 
18- Entendemos que é parte de nossa missão lutar pela defesa dos direitos humanos, unindo-nos na caminhada em prol de um mundo melhor.
19- É preciso lutar por políticas públicas voltadas para a prevenção e enfrentamento do Tráfico de Pessoas, que apresenta como uma de suas modalidades a Exploração Sexual.
20- Falta informação para que a população possa entender, identificar e denunciar a exploração sexual e o Tráfico de Pessoas. 
21- Tod@s nós devemos nos comprometer para acabar com esse vergonhoso problema.
22- Com a internet, meninos e meninas estão cada vez mais vulneráveis aos aliciadores e aliciadoras. 
23- Gritamos pelo direito de viver com liberdade e sem violência. 

Comunicação Rede Um Grito pela Vida

Nenhum comentário:

Postar um comentário