Mais notícias

sexta-feira, 13 de junho de 2014

A terrível realidade do tráfico de seres humanos

Nós temos a ideia de que, após o fim da escravidão na maior parte dos países, a venda de seres humanos foi extinta, mas existe uma verdade oculta que poucos conhecem:

Mercado de pessoas

slave punishment2
O tráfico de pessoas, no passado, era comum e usado por todo país importante para ganhar dinheiro, afinal vender seres humanos era extremamente lucrativo. Bastava capturar alguém e forçá-lo a fazer o trabalho, caso contrário o escravizado sofreria diversas penas ou seria morto.
Durante séculos isso funcionou “muito bem”, apoiado pela cultura dos povos como algo normal. Até que seres humanos decentes começaram a ver que isso era péssimo para os escravos, criando um sistema que não poderia se sustentar. A partir desse momento, vários países foram abandonando a escravidão e buscando um meio mais justo de tratar seus trabalhadores. Claro que essa mudança gerou guerras e diversos conflitos de interesse, porém, felizmente, a razão e o humanismo venceram.
Hoje em dia é até difícil imaginar uma pessoa escravizada, mas apesar de nós não as vermos mais, elas ainda existem.
Atualmente, o tráfico internacional de pessoas é um negócio gigantesco e lucrativo, onde um escravo pode ser facilmente comprado por algo em torno de 100 dólares. Na grande maioria dos casos, esses escravos são originários de países pobres.
Para piorar a situação, muitas vezes a própria família vende seus filhos aos traficantes, em troca de alguns dólares ou de uma promessa mentirosa de uma vida melhor para o bebê. Ainda existem outros que são sequestrados nas ruas de países onde a polícia é irrisória e incapaz de deter os bandidos. Outro meio usado para angariar escravos são os grupos de guerrilha. Esses exércitos rebeldes normalmente pegam crianças jovens e as treinam para lutarem por seus ideais estúpidos, só que, em alguns casos, essas crianças são vendidas como escravos para sustentar o exército e financiar mais guerras.

Treinamento de um escravo

guatemalan-girl
Em média, 70% dos escravos comercializados no mundo são mulheres. Normalmente elas são vendidas para fins sexuais (algo que constitui 80% da atividade atual de um escravo). Quando uma menina é vendida muito nova, seu valor é baixo, mas existem algumas pessoas especializadas em treinar garotas para que elas sejam valorizadas e vendidas por milhares de dólares.
- Continue lendo: http://traficodepessoas.org/site/2014/06/07/a-terrivel-realidade-do-trafico-de-seres-humanos/?utm_source=feedburner&utm_medium=feed&utm_campaign=Feed%3A+todoscontraotraficodepessoas+%28Todos+contra+o+tr%C3%A1fico+de+pessoas%29&utm_content=FaceBook#sthash.uVbpziIu.dpuf

Nenhum comentário:

Postar um comentário