Mais notícias

terça-feira, 5 de março de 2013

São Paulo


CAPACITAÇÃO DA REDE UM GRITO PELA VIDA/SP SOBRE “TRÁFICO DE PESSOAS EM TEMPOS DE MEGAEVENTOS




Com a participação de religiosas/os e leigos, trabalhamos o tema acima, utilizando a metodologia latino-americana do VER, JULGAR e AGIR, e completando os slides com  dados recentes, atualizados face a  cada situação.
O objetivo da Capacitação foi o de dar conhecimento, informações sobre esta realidade, 2º crime mundial e tratado desde o dia 22, na novela das 21h, na Globo, sob a direção da Glória Perez, assim como o tema que será tratado na CF 2014 – “Fraternidade e Tráfico Humano”.  E formarmos multiplicadores, nas suas áreas de atuação.
Antes de iniciar o VER, foi apresentada a Rede na fala da Ir. Eurídes  Alves de Oliveira, assim como a música e letra da Ir. Miria Kolling, composta especialmente para a Rede Um Grito pela Vida.
No VER, abordamos a Realidade dos Megaeventos anteriores, acontecidos na Alemanha e na África do Sul, e suas consequências, já pensando no que poderá vir a acontecer no Brasil, a partir de 2013. Também apresentamos a Realidade dos Grandes Projetos, como a construção de 12 estádios nas cidades-sede da Copa e o absurdo crescimento dos gastos, a partir da previsão inicial, em detrimento dos serviços básicos à população, assim como a violação  aos direitos humanos e afronta à dignidade das pessoas e do próprio Deus. Esta realidade nos interpela profundamente na vivência dos nossos carismas fundacionais que trazem a missão de defender a vida ameaçada.
Ainda vimos o que está acontecendo em São Paulo, com os incêndios provocados criminalmente nas favelas para a “higienização social” da área, a fim de atender aos interesses dos empresários e construtoras. Mesmo a instalação de uma CPI formada pelos vereadores e criada para averiguar as causas dos incêndios não foi à frente, porque se descobriu que os vereadores receberam propinas dos empresários  para as suas eleições em 2008 e 2012, a fim de não chegar a nenhuma conclusão.
Por fim, no VER, apresentamos, sempre com a partilha dos participantes, osImpactos da Copa na vida das mulheres.
Em todo o tempo os slides eram completados com as informações mais recentes em cada situação.
Tivemos, após o almoço compartilhado, o JULGAR , utilizando um texto bíblico e perguntas pertinentes à realidade das “escravas” de hoje, os responsáveis por esta situação e os nomes concretos dos grupos envolvidos criminalmente. Depois, os grupos de trabalho apresentaram de forma criativa o que discutiram.
Encerramos o dia do com uma avaliação dos participantes e mística para finalizar os trabalhos do dia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário